5 dicas para melhorar a produtividade de advogados

Tempo de leitura: 3 minutos

Você tem aquela sensação de que tem mais tarefas do que tempo à disposição para executá-las? Saiba que essa percepção é bastante comum em escritórios de advocacia. Mas não se desespere. Existem maneiras eficazes de aprimorar a produtividade de advogados.

Siga acompanhando a leitura deste artigo. Vamos sugerir para você dicas eficientes e práticas para melhorar a produtividade e alcançar uma rotina equilibrada no escritório. 

1 – Identifique problemas que atrapalham a rotina do escritório

Acostumado a realizar os mesmos procedimentos para dar início ao cotidiano do escritório, você pode não estar percebendo o principal empecilho que atrapalha a sua produtividade: perda de tempo.

Seja em reuniões prolongadas – que poderiam ser resolvidas por e-mail -, seja em horas no trânsito, seja em horas perdidas em procrastinação. Tempo é o elemento do mundo contemporâneo que virou um privilégio para quem o possui.

É por isso que quem consegue gerir melhor o tempo que tem disponível sempre sai ganhando.

Ao procurar por onde o seu escritório tem perdido tempo, investigue, por exemplo, as horas que você ou outros funcionários utilizam para realizar relatórios manuais sobre os processos dos clientes. Ou, ainda, para fiscalizar sites de tribunais, Diários Oficiais e outros canais importantes para atualizar a situação das ações jurídicas.

2 – Faça um planejamento completo

Depois que você conseguiu detectar as dificuldades que atrapalham o rendimento no escritório, coordene as soluções para esses empecilhos.

Um planejamento da equipe – e também individual- é fundamental para alcançar sucesso nessa empreitada que é melhorar a produtividade de um escritório de advocacia.

Invista em ferramentas digitais para alcançar esse objetivo.

3 – Priorize atividades

Tarefas principais, secundárias, urgentes, delegáveis. Você aprendeu a dividir e categorizar todas as atividades que o seu escritório precisa executar?

É um processo importante saber o que é realmente relevante na rotina, o que não cabe mais, o que já existe uma solução melhor, o que precisa ser feito pessoalmente.

Para chegar a esse patamar, eleja algum critério. Pode ser dar notas às atividades conforme a importância ou separar as atividades em grupos.

4 – Terceirize o que não conseguir dar conta

A terceirização cabe ao seu escritório quando uma atividade estiver tomando muito tempo e, na ponta do lápis, é mais vantajoso delegá-la para alguém de fora da equipe.

Financeiramente útil, essa é uma decisão que também precisa de confiança. Não é para qualquer empresa ou advogado externo que você entregará seus segredos. Pesquise bem e saiba com quem você está tratando.

5 – Conheça tecnologias que melhorem a produtividade de advogados

Existem softwares que auxiliam a rotina dos escritórios de advocacia. Desde aplicativos que organizem a lista de tarefas diárias quanto sistemas jurídicos específicos para advogados. 

A digitalização de todos as ações que são responsabilidade do escritório, por exemplo, é uma facilidade indiscutível para a advocacia. Os processos tecnológicos e o Direito caminham lado a lado rumo à gestão jurídica prática e eficiente.

Desde automatizar tarefas operacionais até acompanhar processos e emitir relatórios, a gestão jurídica chegou para ficar. A tecnologia é uma aliada nessa grande missão de melhorar a produtividade de advogados.

Confie! A gestão jurídica em seu escritório irá revolucionar a rotina e influenciar em aspectos como rendimentos, clientela, organização, etc.

Algum aspecto do nosso artigo lhe chamou a atenção e você quer evoluir em relação à produtividade de advogados em seu escritório? Entre em contato conosco e agende uma apresentação. Estaremos prontos para conversar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *