Acompanhamento processual: 3 maneiras de melhorar o seu

Tempo de leitura: 3 minutos

Fazer o acompanhamento processual é uma grande parte da rotina diária de um advogado e impacta diretamente em seu trabalho. Portanto, a forma como ele será feito pode ser um grande diferencial em um escritório de advocacia, já que impacta a produtividade e até mesmo a assertividade dos processos.

Até pouco tempo atrás, a única forma de acompanhar os seus processos era manualmente, acessando os sites dos tribunais. Hoje, a tecnologia está conquistando espaço no universo jurídico e pode ser uma grande aliada dos advogados para o acompanhamento de processos. Se você quer saber como melhorar o seu acompanhamento processual, continue lendo esse post!

1. Investir em tecnologia

Com tantos recursos digitais disponíveis, não faz mais sentido fazer acompanhamento processual sem automatização. E, não estamos falando em monitorar os sites dos tribunais, mas sim de utilizar softwares jurídicos, que realizam o processo automaticamente.

Esses softwares têm várias funcionalidades que tornam a rotina do advogado mais produtiva, como a captura e a análise dos dados dos processos que estão disponíveis nos sites dos tribunais. Assim, com apenas alguns cliques, você tem acesso a informações sobre o andamento do processo.

Dependendo do número de processos que cada advogado atende, ao automatizar essa coleta de dados você economiza muitas horas de trabalho, podendo atender mais clientes e aumentando os rendimentos do escritório.

2. Ter uma equipe capacitada

Apesar de toda tecnologia disponível, se você não tiver uma equipe capacitada, seu acompanhamento processual continuará lento e com um grande risco de erros. Afinal, cabe ao advogado fazer a análise dos dados recolhidos pelo software e saber como utilizá-los de forma estratégica. É importante unir a tecnologia e o fator humano no direito.

Portanto, investir em capacitação da equipe é tão importante quanto investir em em tecnologia. Além dos conhecimentos jurídicos, que com certeza a sua equipe já tem, é fundamental que os advogados do seu time saibam aproveitar desse novo cenário tecnológico para conseguir melhorar a sua atuação.

Ofereça treinamentos dentro dessa temática para a sua equipe. Assuntos como direito digital e jurimetria são boas opções. E, quando contratar um software jurídico, treine a sua equipe para operá-lo, pois só assim será possível extrair dele os melhores resultados.

3. Trabalhar com inteligência

Com o tempo que você economiza não precisando mais fazer a busca manual dos processos, a sua atuação poderá se tornar muito mais estratégica. Se antes você perdia muito tempo com a parte operacional, agora é possível trabalhar com mais inteligência, focando no que é realmente importante e só pode ser feito por um bom advogado.

Mesmo para operar os softwares é necessário inteligência e atenção. Na hora de mapear os dados dos processos, lembre-se, por exemplo, de definir as regiões corretas para a busca. Afinal, de que adianta coletar dados da região nordeste se o seu cliente não atua naquele local?

Se um erro como esse traz transtornos para quem trabalha com softwares, imagine quando o trabalho é feito de forma manual. Esse é apenas um exemplo dentre tantos que poderíamos citar. Por isso, trabalhar de forma inteligente é um dos principais pilares para melhorar o acompanhamento processual de um escritório de advocacia.

Esperamos que as nossas 3 dicas para melhorar o acompanhamento de processos do seu escritório sejam úteis. Alinhar todas elas, colocando-as em prática de maneira conjunta, garante aumento de produtividade e redução da chance de erros, que pode trazer inúmeros prejuízos, inclusive financeiros, para você e o seu cliente.

Gostou de saber como melhorar o acompanhamento processual do escritório? Nós também temos várias outras dicas que podem impactar positivamente a sua atuação profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *